Como saber se uma empresa de terceirização de entregas é idônea?

Acerte na contratação e evite prejuízos.

Wednesday, 11 de November de 2020


Canva

Em 2020, presenciamos o crescimento do setor de terceirização de entregas, não somente em relação à demanda pelo serviço, mas também ao número de novas empresas no mercado.

A redução de custos e o aumento da produtividade são variáveis importantes na contratação, mas a idoneidade do fornecedor é fundamental para sua empresa não correr riscos administrativos e financeiros.

Mas, como saber se uma empresa de terceirização de entregas é idônea? Nós temos algumas dicas que ajudam a evitar prejuízos nessa contratação:

1. Consulte o CNPJ: se informe sobre dívidas, ações judiciais, participação em falências, protestos e cheques sem fundos. Essas informações podem ser consultadas no Serasa Experience, marca brasileira de análises e informações para decisões de crédito e apoio a negócios.

2.Busque referências com clientes: nada como o próprio cliente para contar sua experiência, sucesso ou frustrações. Além desse contato tradicional, você também pode analisar avaliações e comentários nas redes sociais, assim como reclamações em sites específicos para esse fim.

3.Fique atento aos orçamentos com valores abaixo do praticado: empresas idôneas contratam profissionais de acordo com a Legislação Trabalhista e seguem todas as normas de segurança e medicina do trabalho. Se os custos estão muito menores, talvez um desses critérios não esteja sendo respeitado.

4.Verifique as documentações: assegure-se quanto ao contrato de trabalho dos motoboys, laudos médicos dos profissionais, equipamentos de segurança, pagamento de adicionais de periculosidade, entre outros. Tudo deve estar em ordem para garantir a atuação desses profissionais em nome da sua empresa.

Em meio à concorrência no setor de entregas, cautela é palavra-chave na hora de escolher um parceiro de negócio confiável, que atenda com excelência e custos praticáveis.

A contratação de um serviço de transporte rápido deve ser uma solução para sua empresa, e não um problema.

Pense nisso!


TAGS desta postagem

voltar