Logística Reversa para você entender.

No dia a dia e na indústria como processo logístico.

Quarta, 16 de setembro de 2020


Canva

Muito se fala sobre Logística Reversa, mas será que todos entendem o que ela realmente significa?

Na prática, Logística Reversa é atividade logística iniciada no consumidor e finalizada na indústria, comércio ou empresa, isto é, inversa ao fluxo de comercialização de um produto.

Nessa atividade, todo o processo logístico é de responsabilidade da indústria ou comércio, sendo a empresa de transportes rápidos a encarregada pelo deslocamento do item do consumidor até o local de fabricação ou comercialização.

O fator que diferencia a aplicação da Logística Reversa no dia a dia, ou na indústria, é o objetivo da devolução. Sua finalidade pode ser desde a troca de um produto ou o reaproveitamento de algo utilizado por um período, até a reciclagem ou destinação ambientalmente correta de um material.

No dia a dia

Quando o assunto é Logística Reversa no dia a dia, em geral, seu objetivo é a troca ou devolução de um produto que não atendeu as expectativas do consumidor. Como exemplo temos a troca ou devolução de roupas, sapatos, eletrônicos, entre outros produtos, comprados no e-commerce.

É importante ressaltar que a Logística Reversa acontece somente quando esse processo logístico é realizado pela loja ou empresa que comercializou o item, ou seja, quando ela disponibiliza um serviço de transporte para realizar coleta do produto na casa do cliente.

Na indústria

Na indústria a Logística Reversa está diretamente relacionada com questões ambientais. Segundo a lei federal nº 12.305, ela é definida como “instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação ambiental adequada”.

Nesse sentido, o setor empresarial tem a obrigação de coletar, reaproveitar ou dar uma destinação ambientalmente correta às embalagens distribuídas por ele no mercado em proporção igual à quantidade anual comercializada.

Na indústria, o objetivo do retorno é a reciclagem ou destinação ambientalmente correta do material para evitar a ocupação em aterro sanitário, aterro controlado e lixão, diminuindo impacto ambiental dos resíduos sólidos produzidos por ela.

Seja no dia a dia ou na indústria, as empresas de transportes rápidos têm um papel fundamental no processo de Logística Reversa e esse é o tema do nosso próximo artigo.

Aguarde!


voltar